Amor aos livros

Li hoje, um artigo da Revista Crescer,  intitulado A biblioteca dos nossos filhos. E ele me despertou muitas lembranças e sentimentos, motivos pelos quais eu resolvi escrever.

Eu não tinha uma biblioteca em casa, existia - e ainda existe - uma enciclopédia que eu usava - e muito - para fazer meus trabalhos de escola, que a minha mãe só comprou porque era o irmão dela responsável pela venda. E mais alguns livros do meu irmão, mas pouquíssimos títulos eram de literatura.

Meus pais não me deram esse tipo de incentivo, nem meu irmão e nem ninguém da minha família! O incentivo a leitura veio das "leituras obrigatórias" nos tempos do colégio. Época em que eu li títulos nacionais como Iracema - José de Alencar.

Lembro exatamente da primeira vez em que tive contato com uma biblioteca! Estava no 5º ano e nunca havia entrado em uma. Ao ver aquelas estantes cheias de livros de ambos os lados, com tantas cores e opções eu fiquei sem ar! Foi amor a primeira vista! Eu queria ler tudo, queria tudo pra mim! E de fato, li muitos livros entre a 5ª e a 8ª série. Li muitos livros da Série Vaga-Lume e foi nessa época que eu li minha primeira saga que era a do fofo cachorrinho Samba!

Coleção Cachorrinho Samba
Foto: Arquivo pessoal
Mudaram as capas, mas o que importa é o conteúdo e esse é o mesmo! E essa edição é realmente fofa! A Lelê leu um e está no segundo que é "O Cachorrinho Samba na Floresta". Eu confesso, que não lembro muita coisa do que li nessa época, mas sei que li.

Esse amor veio sozinho, partiu de mim e dos incentivos meio que obrigatórios que recebia no colégio. Com a Lelê a coisa é um pouco diferente, já que ela sempre me viu com um livro embaixo do braço. Mas diferente do que se possa imaginar, eu não forço que minha filha leia!

Eu a incentivo a pegar um livro pra ler enquanto eu estou lendo. Eu li muitos pra ela enquanto ela não sabia ler. E eu compro pra ela alguns novos sempre que possível, mas se eu não compro ela ganha (obrigadas as amigas lindas que deram livros e tiveram a ideia de um amigo secreto de livros ). Mas pra ela essa é uma relação natural, algo que sempre teve acesso e sempre terá.

Tarde de leitura no jardim
Foto: Arquivo pessoal
Porque se eu tenho uma (duas na verdade) estante cheia de livros...

Minha estante
Foto: Arquivo pessoal
Ela também tem a sua... E sabe que tem acesso a uma parcela dos meus!

Foto: Arquivo pessoal
Quem me acompanha no Instagram sabe que a maioria das minhas fotos são da Lelê ou de livros, são boa parte das minhas postagens na rede social. E eu me orgulho disso sim!

E na última semana o bem que a leitura faz ficou provado e estampado em vários locais, como mostram alguns exemplos abaixo:

Folha de S. Paulo: Leitura 'desde cedo' levou à nota máxima na redação do Enem, diz estudante
G1: Paraibano nota mil na redação do Enem prefere livros a festas
Portal GCN: Leitura constante é segredo de sucesso na redação no Enem

De resto só posso dizer uma coisa: EU AMO LER!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...