Top 10 - Músicas 2015

E não que mais um ano se passou?

Há 1 ano eu postava aqui no blog meu Top 10 de 2014.
E hoje mais uma vez estou aqui para postar o 2015, a novidade dessa vez fica por conta do Top 5 do Spotify que chegou ao Brasil no final de 2014, mas que só passei a usar em meados deste ano. Sendo assim, Top 10 com base nas audições do iTunes e depois o Top 5 do Stotify.


Mas a bem da verdade é que eu tenho lá as minhas dúvidas, se não fossem os números eu não acreditaria nesse Top 10, porque sendo bem sincera, eu só lembro de ter ouvido mesmo os cinco primeiros! Alias eu ouvi muito, muitoooooo, mas muitoooooooooo mesmo BSB e Fresno em 2015, foram em disparado o que mais ouvi, tanto que o resultado apareceu no iTunes e no Spotify.
  1. Backstreet Boys
  2. Fresno
  3. DRC
  4. Beeshop
  5. Esteban
  6. Tiê
  7. Mallu Magalhães 
  8. Legião Urbana
  9. Paramore
  10. Los Hermanos

E que venha 2016!

Ps: e com muito BSB porque vem CD novo por aí *rs

Resenha: Saga Encantadas

Ganhei esse box de amigo secreto em 2014 e havia colocado apenas o primeiro livro da saga como meta de leitura para 2015. Mal sabia eu, que esse ano seria um ano fraco para a leitura - sei lá por qual motivo - mas confesso que essa trilogia eu li em menos de 1 semana.

Antes de falar da história, vou falar do box. O único ponto fraco do box é para quem curte livros em sua versão normal pois o box deixa a desejar por ser em edição econômica. A capa além de ser bem mole, não tem os detalhes da impressão normal, uma pena. Mas a divisão de capítulos tem os mesmos detalhes para enfeitar o livro. A folha é branca, lisa e as letras não foram reduzidas para ficarem minusculas, ponto positivo para o box nesse quesito.

E se você é dotado de algum tipo de preconceito, aconselho que não faça a leitura dessa trilogia.

Saga Encantadas por Sarah Pinborough.

A história:

Foto: Arquivo pessoal
A Saga Encantadas não é um simples faz de conta, não é apenas mais uma versão para os já consagrados contos de fadas de Branca de Neve, Cinderela e Bela Adormecida. Além delas temos Chapeuzinho Vermelho, Lobo Mal, Rapunzel, as Madrastas...

As princesas de Encantadas tem as suas histórias recontadas e entrelaçadas de forma única, quase mágica, mas com nuances que fogem longe das histórias clássicas. As princesas são modernas e muito engenhosas, nada de serem submissas ou de ficarem esperando seus príncipes aparecerem em um cavalo branco para serem resgatadas e serem donas do seu felizes para sempre.

Não tem muito como contar sobre o que acontece nos livros sem estragar seus diferenciais.

As frases que acompanham o box e os livros são as seguintes:

Box: "A prova de que contos de fadas são para adultos"

Veneno - Livro 1: "Repense seus vilões"
Feitiço - Livro 2: "Toda beleza é mágica"
Poder - Livro 3: "Ninguém desperta o mal impunemente"

Tem magia? Tem.
Tem sofrimento? Tem.
Tem sonhos? Claro.

Mas temos também: mortes sanguinolentas, amizades sinceras e sexo! Sim, tem sexo.

Veneno - Livro 1:

A história que guia a saga inicialmente é a de Branca de Neve.
Conhecemos Branca de Neve e o Príncipe, a Madrasta e o Rei, o Caçador e os Anões.

Todos os pontos da história clássica estão presentes, desde o famoso espelho até a maça envenenada, mas nossa querida Branca de Neve vive parte do seu feliz para sempre de forma breve. Antes de ter seu princípio de felicidade, ela foge para a floresta depois de não ser morta pelo caçador, vai viver com os anões para se esconder de sua cruel madrasta até que um belo dia é encontrada pela mesma e adormece depois de morder a maça e ficará em sono profundo até ser despertada pelo seu príncipe.

Todo mundo conhece essa versão da história, claro. Mas sendo Encantadas uma saga não tradicional, claro que nada acontece como esperado.

Uma prova: a madrasta seduz o Caçador.

Feitiço - Livro 2:

A pobre Cinderela vive como empregada da Madrasta e das irmãs... Como na história tradicional ela sofre , mas tem a ajuda de um bom amigo para lhe proporcionar bons momentos e alguns prazeres. Claro que depois de muito sofrer ela vai ao Baile Real com a ajuda de sua "Fada Madrinha", que não é bem uma fada, mas sim uma poderosa bruxa, que em troca da tão sonhada oportunidade de ter o Príncipe a seus pés lhe dá tudo o que for necessário em troca de um favor.

A história de Branca de Neve e Cinderela, tem sua finalização nesse livro e podem acreditar que os seus finais felizes não são nada tradicionais.

Poder - Livro 3:

No livro três, a base da história é a da Bela Adormecida, mas o mais legal é que vamos conhecer a história do Príncipe. Além de Bela, nesse livro vamos encontrar a Chapeuzinho Vermelho e mais alguns personagens clássicos.

A essa altura da leitura você já vai ter sacado um dos principais detalhes da história. Que pra mim foi um sacada de gênio da autora e esse foi o melhor livro dos três.

No último livro, vamos conhecer a história do nosso querido Príncipe. Vamos conhecer mais algumas nuances do nosso querido personagem e entender como ele chegou até a sua amada. O desfecho? Nada convencional.

A arte de dizer não

Confesso que o não de hoje para a Letícia foi uma dos mais dramáticos, ela acordou com a ideia de "eu quero um celular, porque todos os meus amigos tem e eu não" a simples ideia de que mas você não é todo mundo hoje não bastou. Mas me mantive firme e neguei a todos os argumentos.

Foto: Getty Images
Eu acho que uma criança pode ter celular se ele for necessário, o que não é o caso dela afinal de contas:

1) ela não sai sozinha;
2) ela não fica sozinha;
3) as atividades dela sempre são supervisionadas por algum adulto conhecido;
4) ela vai e volta da escola com um transporte particular contratado por mim e de minha confiança;
5) quando tem alguma atividade extra na escola sempre tem alguém que eu conheça e confie ou eu mesma vou pegar ela;
6) quando ela está na escola, ela está na escola e o uso de celular na faixa etária dela é proibido (eu acho que deveria ser para todos os alunos, salvas raras exceções que se provem necessárias);
7) quando ela não está na minha casa comigo ou com minha família, ela está na casa do pai dela e eu tenho todos os contatos;
8) celular não é brinquedo, por mais que possa parecer;
9) celular e internet liberados são um perigo sem supervisão;
10) não tem idade para ter um celular.

Existem milhões de motivos para o não? Sim, milhares.
Existem milhões de motivos para o sim? Sim, milhares.

Mas basicamente eu não vejo a menor lógica em deixar um criança de 8 anos de idade ter um celular pelo simples motivo de que todos os amiguinhos tem! Não existe uma explicação lógica para que ela tenha essa necessidade nessa fase da vida. E um dos argumentos mais fortes foi "o dia em que eu não precisar te lembrar todos os dias de coisas que você tem que fazer todos os dias como: arrumar a cama, deixa o quarto em ordem, tirar o uniforme quando chegar da escola, colocar a mochila no lugar e não deixar jogada no meio da sala, arrumar a mochila da escola antes de ir pra cama, colocar as roupas sujas no cesto de roupas sujas, não sair espalhando pela casa todas as coisas que pegou e levou para outro lugar e outras dezenas de coisas, a gente começa a conversar sobre a possibilidade de você poder ter um celular."

Os tempos mudaram muito da minha infância para a dela, as vezes é bem difícil achar situações e vivências similares quiça iguais e a cada dia parece que se torna ainda mais estranho e difícil viver essa fase que deveria ser a mais fácil, divertida e feliz de todas as fases de nossas vidas.

Por hora, vai jogar com o notebook antigo que depende da tomada para ficar ligado mais de 30 minutos e apenas quando eu estou em casa porque precisa do meu carregador e vai jogar os jogos que ELA ESCOLHEU no MEU celular e fim de papo.

O único eletrônico que eu dei para ela é uma câmera digital que vai completar 2 anos e ela ganhou porque existia explicação lógica para tal e uma necessidade, já que eu e nem meus pais temos câmera digital e no casos dos meus pais eles não tem e nem vem a necessidade em ter um smartphone. Logo, se eu não estou em casa e ela - ou alguém - precisa ou quer fazer uma foto ou um vídeo a câmera que é dela está lá para ser utilizada. E Lelê sendo dona de uma câmera digital mesmo sem ter nenhuma rede social já é viciada em selfies!

E o que eu acho  mais engraçado é que não é falta de opção para brincar e se distrair. Ela tem fácil o quadruplo de brinquedos que eu tive a minha infância toda! Ela tem uma Casa da Barbie linda! Ela tem uma estante cheia de livros! Ela tem um Super Nintendo! Ela tem tv a cabo com canais exibindo desenhos 24h por dia e mesmo que não tivesse ela tem uma boa quantia de dvd's com seus desenhos favoritos! Ela tem uma caixa com dezenas de coisas pra pintar, recortar e massinhas de modelar!

 

Desespero

Gif: Eternal Roleplay
Desespero...

Era uma fortaleza e não apenas uma casa. Não tinha muita gente naquele lugar, mas o ar exalava medo. Muito medo.

Por uma janela era possível ver o interior daquele comodo, um lugar espaçoso, mas cheio de banco parecendo uma capela. Todas as paredes eram feitas de pedras cinzentas. Uma única porta separava os cômodos e era guardada por alguém grande e forte, não era possível dizer se era homem ou mulher.

Uma coisa era verdade: existia alguém preso dentro do recinto que podia ser visto pela janela, mesmo que esse alguém não fosse visível ele existia. E era alguém que colocava medo em todo o mundo, não apenas em quem estava naquela estranha habitação de pedras. 

De repente, sem qualquer aviso houve autorização para que uma única pessoa entrasse lá dentro. Eu não fazia ideia de quem estava lá dentro e muito menos quem eram as demais pessoas que estavam naquele ambiente, mas existia um terro nato dentro de mim e esse terror me conduziu até aquela estranha guardiã e questionar "mas vocês não tem medo que ele entre?" a guardiã sem nada responder, simplesmente ergue seus braços e bate com força na porta e ela se abre. A imagem foi imediatamente aterrorizante.

Imagem: Favim.com
Havia uma mulher presa dentro daquela sala. Uma mulher com olhar frio. Ela na verdade não estava sozinha dentro daquela sala, Você estava dentro dela com essa mulher e o estranho autorizado a entrar era imenso e te erguia do chão com uma facilidade imensa, como se Você fosse um papel. Ele tinha entrado para acabar com sua vida, mas como Você foi parar lá dentro? O que Você estava fazendo lá?

A única coisa que consigo lembrar foi que quando a porta se abriu eu sai correndo na direção daqueles estranhos, mas eu não via nada além de Você com os olhos já vidrados sem forças para lutar por qualquer coisa que existisse. Quando eu consegui chegar, o imenso monstro te soltou e eu só lembro de gritar desesperadamente "Amor! Amor!" batendo no seu peito com todas as forças para que Você pudesse voltar a respirar...

Acordei imersa em lágrimas e com o coração em frangalhos. Desde então chove dentro de mim...

Personalização de desktop

Se você, como eu. não gosta dos ícones padrões do seu computador fica aqui a dica de um site onde você pode baixar vários ícones para personalizar o seu computador e deixar a sua área de trabalho com a sua cara.

Eu nunca gostei de muitos ícones na tela principal porque eu realmente gosto de ver meu papel de parede. Então eu tenho um desktop limpo com poucos ícones, onde fica somente os que são essenciais. A pasta de downloads concentra todos os arquivos que baixo e dentro dela existem várias outras pastas que uso para organizar o que uso no dia a dia. As vezes parece difícil, mas quando você organiza tudo certo não tem como perder aquele arquivo ou aquela foto no seu computador.

Nesse site além de ícones você pode encontrar também wallpapers para o seu pc e seu celular. Uso esse site há anos. Ele é de confiança e não tem vírus. A única coisa que você tem que se atentar é se o seu sistema é Windows ou Mac, de resto não faz diferença qual é a versão do sistema operacional que você usa.


O site também tem tutoriais, mas eu nunca usei essa parte dele.

Confesso que toda vez que entro no site, tenho vontade de mudar meus ícones e wallpaper *rs

Meu desktop atual
Meu desktop anterior (mas tirei o print hoje pra colocar no post)

The light - HollySiz

Crianças transexuais.
Tema difícil? Em partes.


Há pouco mais de 1 ano, essa questão estrou em minha casa pela TV. Era um sábado, quando eu e a Lelê assistíamos um programa daqueles que nós adoramos de reformas em casas no Discovery H&H e em um dos intervalos passou a propaganda do documentário A Vida de Jazz: Uma Criança Transexual. Quando a Lelê perguntou o que era isso, lembro que falei pra ela que iria explicar para ela depois e sei que o fiz, não lembro como contei pra ela, mas sei que ela entendeu.

Anos antes, o homossexualismo entrou também pela TV, vindo do Jornal Hoje quando noticiou o casamento de duas chinesas no país, lembro que essa eu falei na hora, sem pensar muito. Hoje, sei que tenho uma filha que sabe que essas coisas existem e que não existe nenhum problema com essas pessoas, que elas não doentes e não precisam de uma cura.

Na semana que passou, esse tema chamou minha atenção porque vi o clipe da cantora francesa HollySiz "The light" e fiquei apaixonada! Encanada!

É sim mais um tema que deve ser discutido e ensinado para nossas crianças. Lembrando que existe diferença entre transexual e transgênero. Os temas podem ser delicados, mas não é por isso que devem ser esquecidos. Detalhe para a reação das pessoas quando vêem homens de vestido. Reparem que são atitudes diferentes, a primeira de reprovação e a segunda de deboche.

Fotos: reprodução do clipe no YouTube.

The light

Let the light come through us
Let's believe in ourselves
Let's believe in something
Let the lights come through us
Let's believe in ourselves
Let's blow the dust on shelves

Let the shout-outs locked up in our mouth

Let us go
Let us grow
Let's believe we can change
Let's believe in ourselves

Let us go
Let us grow
Let's believe we can change
Let's blow the dust on shelves

Let the shout-outs locked up in our mouth
Let's believe in our minds
Let's believe we will let the shout-outs locked up in our mouth
Let the shout-outs locked up in our mouth

Tributos Federais: onde mora a sacanagem

Sabe, no primeiro momento eu fiquei tipo "como assim Thaila Ayala?", mas depois você vai pesquisar e vê que a história não foi contada direito. E pior: tem político que acha bonito criar história em quadrinhos com emoticons para tirar sarro da Thaila.

Hoje, eu posso dizer: Thaila Ayala estou com você!

Fiz algumas compras no eBay, a primeira delas chegou hoje e ficou retirada no Correios. Liguei para o Correios para saber o motivo e a resposta: você foi taxada pela Receita Federal. Ainda bem que compras até U$50 dólares são livres de tributação quando o envio é de pessoa física para pessoa física né Brasil? E aí você pesquisa e descobre que são U$100 dólares e não apenas a metade.

Complicado existir regras e elas não serem cumpridas. Eu paguei menos de 100 dólares (produto + frete). E agora além dos 60% de II ainda tenho que pagar uma taxa pro Correios. Legal né? NÃO! Poxa tá errado!

E outra eu comprei fora não porque é mais barato, comprei fora PORQUE NÃO TEM NO BRASIL e é um direito meu ter o produto! Estou realmente chateada e rezando para que as outras - pelo menos algumas delas - sejam liberadas e entregues na minha casa como deveria ser.

E agora o que fazer? Como proceder? Estou realmente chateada com isso.

Para completar minha alegria: retirada de segunda a sexta, das 9h às 17h. Porque claro, eu não trabalho nesse horário. Enquanto isso eu fico aqui admirando a foto do meu "Limited Edition Backstreet Boys Ultimate Interview Shaped CD Box Set Vol II" que o vendedor postou do item.


Mais informações no site da Folha de S. Paulo e no Blog do JC

Limpeza do IOS

Acho que só quem tem IOS sabe o quanto é ruim limpar os arquivos temporários de seus dispositivos. Eu confesso que até meados de 2015 sofri. Não tinha jeito, era apagar a instalar de novo todos os apps que estavam ocupando muito espaço. O meu iPhone não é novo (ainda tenho um guerreiro iPhone 4, com 8GB) então qualquer MB livre faz diferença.

Não conseguia achar um app que me ajudasse, gratuito ou não. As versões anteriores do Battery Doctor ajudavam a limpar um pouco os junks e a memória, mas uma atualização recente acabou com essa funcionalidade do app. Eis que eu descobri o PhoneClean e me entreguei a compra de uma licença (U$39,99).

A diferença é que ele não é um app e sim um programa de computador! Não tem mistério, não tem segredo. Confesso, fez uma diferença enorme na minha vida. Mas um detalhe: ao usar o PhoneClean o iTunes tem que estar fechado, até porque quando você faz uma limpeza profunda o próprio programa se encarrega de fazer um backup do seu aparelho.

Ele tem 4 funções:
Quick Clean: uma limpeza rápida;
Deep Clean: uma limpeza completa;
Toolbox: opções para limpeza de contatos, noas, calendários e app;
Restore: para você restaurar seu IOS com o último backup.

Quick Clean:

Selecione o que deseja limpar e clique em start.
Ele vai abrir a tela seguinte e vai mostrando tudo o que tem para ser limpo em seu dispositivo. Quando ele terminar de scanear basta clicar em clean. Quando finaliza o programa mostra o quantos arquivos, quantos mbs e onde estavam os arquivos que foram apagados do seu aparelho.


Deep Clean:

Basicamente a mesma coisa que a Quick Clean, mas antes de fazer qualquer coisa ele fará um backup do seu dispositivo, então é um pouco mais demorado.


Toolbox:

Só escolher o que deseja limpar, o processo é sempre o mesmo.
E se você fez JailBroken no seu aparelho tem funções extras!


Basicamente, é isso pessoal.
Dúvidas? Podem deixar nos comentários ;)

Das músicas que aparecem não sei de onde...

Acredito que eu sofra de amnésia, mas uma muito específica: a de baixar músicas de quem não conheço e não faço a menor ideia do que é. Ou então, claro, que meu computador tem vida e vontade própria e baixa porque quer.

É a segunda vez que vou organizar minhas músicas no iTunes e me deparo com coisas que não sei de onde surgiram! A de hoje é Kleerup e a anterior foi Tonight Alive. E desde já desculpem a minha ignorância musical com os envolvidos. E se alguém me indicou pra ouvir: me lembre porque eu realmente não me recordo!

KLEERUP - As if we Never won

Segundo o Jade (dessa página aqui), Kleerup é basicamente a mistura de: trance, dance music, synth-pop e italo disco. Mas isso era sobre o lançamento do álbum dele em 2008.

E eu me pergunto: WTF? Eu não faço a menor ideia de quem é o cara e só descobri que ele é um produtor musical sueco. Não consegui descobrir quase nada sobre o cara. Acabei de ouvir o disco e não faço a menor ideia de como esse disco veio parar no meu computador! Mas não é ruim, valeu dar uma ouvida, pode ser uma boa pra relaxar!

Destaque para a faixa Thank God For Sending Demons que é uma faixa acústica.

"So one of those busted highways
Seem to follow you
Just look at what the sky says
I don't belong to you
I don't belong to you"


TONIGHT ALIVE - The other side

Por outro lado, a Tonight Alive faz sentido estar na minhas lista. Lembra bastante Paramore. E eu achei muito legal a banda não ser estadunidense! A Tonight Alive é uma banda de pop punk de Sydney, Austrália!

Lembro de ter ouvido o disco em um dos dias que estava fazendo minhas caminhadas na esteira (troço chato e que preciso voltar a fazer). E lembro que aquele dia os exercícios renderam bem porque a tendência é a seguir o ritmo da música.

O estilo me agrada bastante e é uma ótima opção para quem gosta de bandas desse estilo. A banda está na ativa desde 2010 e tem 4 álbuns lançados, a lista do Spotify é do último disco (2013), esse que apareceu misteriosamente na minha pasta de músicas!

Destaque pra mim fica com a faixa título The other side.

"And do you think of me at night
I still wish we could've made it right
But we can't say that we never tried
I guess everything seems more clear
Here on the other side"

See You Again (feat. Charlie Puth) - Wiz Khalifa

Eu sou fã da franquia Velozes e Furiosos desde que assisti ao primeiro filme em 2002. Não sei explicar, tem algo que me fascina nesses filmes. Talvez seja mesmo a mistura de emoção e velocidade. Não sei, eu amo esses filmes e já perdi as contas de quantas vezes eu assisti a todos eles.


A estréia do sétimo filme foi arrebatadora! E eu não esperei muito tempo para ir assistir, porque em apenas UM DIA, dezenas de pessoas em minha timeline conseguiram me convencer a ir até o cinema no segundo dia que o filme estava em cartaz. O filme é uma bela homenagem a Paul Walker, para mim é épico e dificilmente algum outro filme da franquia irá superar o sétimo.

Mas o que me faz escrever esse post é a música final, acho que ela faz todo o sentido para o propósito ao qual foi destinada. Trilha sonora sempre é importante, mas se não casar com o momento é desastre na certa. Não sou especialista, não sou cinéfila, mas dessa vez essa trilha me chamou e muito à atenção!

A música "See You Again " é uma parceria entre Wiz Khalifa e Charlie Puth, e faz simplesmente todo o sentido para a despedida de Paul Walker, não apenas do personagem Brian O'Conner. Boa parte do meu choro - não contido - foi de responsabilidade dessa música, que para quem acompanhou um pouco sobre a relação entre os atores fora dos sets entendeu perfeitamente. Mesmo sem ter experiência no assunto, para mim foi brilhante.


See You Again

It's been a long day, without you my friend
And I'll tell you all about it when I see you again
We've come a long way from where we began
Oh I'll tell you all about it when I see you again
When I see you again

Damn, who knew
All the planes we flew
Good things we been through
That I'd be standing right here talking to you
Bout another path
I know we loved to hit the road and laugh
But something told me that it wouldn't last
Had to switch up look at things different see the bigger picture
Those were the days
Hard work forever pays
Now I see you in a better place

How could we not talk about family when family's all that we got?
Everything I went through you were standing by my side
And now you gon' be with me for the last ride

It's been a long day, without you my friend
And I'll tell you all about it when I see you again
We've come a long way from where we began
Oh I'll tell you all about it when I see you again
When I see you again

First, you both go out your way
And the vibe is feeling strong
And what's small turned to a friendship
A friendship turned to a bond
And that bond will never be broken
The love will never get lost
And when brotherhood come first
Then the line will never be crossed
Established it on our own
When that line had to be drawn
And that line is what we reached
So remember me when I'm gone

How could we not talk about family when family's all that we got?
Everything I went through you were standing by my side
And now you gon' be with me for the last ride

So let the light guide your way, yea
Hold every memory as you go
And every road you take
Will always lead you home
Hoome

It's been a long day, without you my friend
And I'll tell you all about it when I see you again
We've come a long way from where we began
Oh I'll tell you all about it when I see you again
When I see you again

Famosas capas de discos e o que não vemos nelas

Muita gente já se perguntou o que tem ao redor de algumas imagens que estampam as capas de alguns discos de artista pelo mundo afora ou então o que pode ser visto se estivéssemos vendo apenas o outro lado?

Foi pensando nisso que a agência britânica Aptitude criou a sua versão expandida para algumas dessas famosas capas.



Você pode conferir todas as capas criadas em sua versão estendida, clicando nesse link aqui.

Já o artista Harvezt coloca em seu Flickr a sua versão para "o lado obscuro das capas dos discos".





Todas as artes criadas por ele você pode conferir aqui.

Resgate do site Galo Maluco.

Amor aos livros

Li hoje, um artigo da Revista Crescer,  intitulado A biblioteca dos nossos filhos. E ele me despertou muitas lembranças e sentimentos, motivos pelos quais eu resolvi escrever.

Eu não tinha uma biblioteca em casa, existia - e ainda existe - uma enciclopédia que eu usava - e muito - para fazer meus trabalhos de escola, que a minha mãe só comprou porque era o irmão dela responsável pela venda. E mais alguns livros do meu irmão, mas pouquíssimos títulos eram de literatura.

Meus pais não me deram esse tipo de incentivo, nem meu irmão e nem ninguém da minha família! O incentivo a leitura veio das "leituras obrigatórias" nos tempos do colégio. Época em que eu li títulos nacionais como Iracema - José de Alencar.

Lembro exatamente da primeira vez em que tive contato com uma biblioteca! Estava no 5º ano e nunca havia entrado em uma. Ao ver aquelas estantes cheias de livros de ambos os lados, com tantas cores e opções eu fiquei sem ar! Foi amor a primeira vista! Eu queria ler tudo, queria tudo pra mim! E de fato, li muitos livros entre a 5ª e a 8ª série. Li muitos livros da Série Vaga-Lume e foi nessa época que eu li minha primeira saga que era a do fofo cachorrinho Samba!

Coleção Cachorrinho Samba
Foto: Arquivo pessoal
Mudaram as capas, mas o que importa é o conteúdo e esse é o mesmo! E essa edição é realmente fofa! A Lelê leu um e está no segundo que é "O Cachorrinho Samba na Floresta". Eu confesso, que não lembro muita coisa do que li nessa época, mas sei que li.

Esse amor veio sozinho, partiu de mim e dos incentivos meio que obrigatórios que recebia no colégio. Com a Lelê a coisa é um pouco diferente, já que ela sempre me viu com um livro embaixo do braço. Mas diferente do que se possa imaginar, eu não forço que minha filha leia!

Eu a incentivo a pegar um livro pra ler enquanto eu estou lendo. Eu li muitos pra ela enquanto ela não sabia ler. E eu compro pra ela alguns novos sempre que possível, mas se eu não compro ela ganha (obrigadas as amigas lindas que deram livros e tiveram a ideia de um amigo secreto de livros ). Mas pra ela essa é uma relação natural, algo que sempre teve acesso e sempre terá.

Tarde de leitura no jardim
Foto: Arquivo pessoal
Porque se eu tenho uma (duas na verdade) estante cheia de livros...

Minha estante
Foto: Arquivo pessoal
Ela também tem a sua... E sabe que tem acesso a uma parcela dos meus!

Foto: Arquivo pessoal
Quem me acompanha no Instagram sabe que a maioria das minhas fotos são da Lelê ou de livros, são boa parte das minhas postagens na rede social. E eu me orgulho disso sim!

E na última semana o bem que a leitura faz ficou provado e estampado em vários locais, como mostram alguns exemplos abaixo:

Folha de S. Paulo: Leitura 'desde cedo' levou à nota máxima na redação do Enem, diz estudante
G1: Paraibano nota mil na redação do Enem prefere livros a festas
Portal GCN: Leitura constante é segredo de sucesso na redação no Enem

De resto só posso dizer uma coisa: EU AMO LER!

Resenha: Cartas de Amor Aos Mortos

Não sei bem se isso pode ser considerada uma resenha, mas fiquei com vontade de falar sobre esse livro.

Cartas de Amor Aos Mortos - Ava Dellaira

Esse foi um livro pelo qual eu me apaixonei pelo título, pela capa e pela sinopse. Quando o vi na livraria sai com ele de lá e ainda mais encantada pela capa com uma textura aveludada e a forma com as cartas são separadas.
O título do livro é totalmente real dentro do livro, não é toa que ele tem esse nome. O livro conta a história de Laurel, uma adolescente que está entrando no ensino médio, descobrindo a vida, que perdeu recentemente e que está aprendendo a lidar com a separação dos pais. Sua irmã, May morreu de uma forma misteriosa e que aos poucos vai sendo revelada. E quanto mais vai se descobrindo, mais dá vontade de saber o que de fato aconteceu entre as duas irmãs.

Foto: Nathane Costa do Who's thanny?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...