Ponto final

Foto: We Heart It
Nem sempre dizer adeus dói, o que falta é a coragem.
E quando vem, nem sempre ele sai com a intenção de ser dito.
Quando você percebe, já foi.

As entrelinhas disseram o adeus e ainda uma amarga confissão de que eu te achei covarde uma vez na vida. Covarde por não ter coragem de encarrar o seu destino de frente, de não dizer o que precisava ser dito.

Mas isso não anula o meu desejo de que eu sempre só quis o seu bem, te ver feliz e bem. Acredito que nesse caso, eu estive presente em um momento particularmente difícil, uma fase que foi bem complicada em sua vida. Tive as minhas, mas nunca as dividi por completo com você porque em meu entendimento, você não precisava acrescentar os meus problemas a sua lista de preocupações, afinal já você tinha as suas! E elas eram tantas... Mas você me ajudou muitas e muitas vezes.

Nem tudo foram flores e percebo que nesse quesito sou realmente rancorosa porque sempre me lembro da viagem que fez a um lugar distante ao invés de vir a mim. Acredito também, que você saiba exatamente quais textos escrevi para ti, muitos deles, inclusive, te enviava assim que publicava. Eu precisava compartilhar contigo.

Lembrando de tudo, agora, vejo que eu já tinha dito adeus a ti. Disse adeus quando prometi a mim mesma que nunca mais iria chorar por nada que tivesse relação com você, depois de passar o trajeto todo do trabalho para casa chorando ao ouvir uma canção da Pitty, eu só não tinha te contado.

Minha consciência está tranquila, sabe por quê? Porque eu sei que disse que não faria o que me pediu. Eu deixei claro naquela última longa conversa que não iria te julgar por nada, mas que eu não faria para alguém o que não desejo para mim mesma. Seria pesado demais para mim fazer algo que eu condeno, ainda mais sabendo que foi exatamente o que tanto te fez sofrer um dia.

Dito isso, que eu nem sei se você irá ler, mas que eu insisto em escrever, só desejo que seus dias sejam plenos e felizes. Eu não te odeio e nunca vou odiar. Você fez o que eu deveria ter feito há tempos, me tirou da sua vida nas redes sociais, mas isso não vai te ajudar a esquecer, porque eu sempre serei parte do seu pensamento.

Ainda uso o anel que me deu, mas joguei fora aquela flor que estava morta e guardada em uma caixa no fundo do armário. Ah e eu nunca achei que a distância era um problema, até via nela algo realmente bom. Até um dia, porque eu sei que nossos caminhos ainda vão se cruzar.

Adeus você...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...