Você dormiu...

O telefone tocou,
O chão se abriu,
O céu estava negro,
E o meu mundo?
Caiu...
Desmoronou sob meus pés.

As horas não passavam,
As perguntas não tinham respostas,
As mãos atadas, os olhos vermelhos,
E o coração em pedaços, milhares.

A dor tomou conta no mesmo instante,
A verdade nua e crua.
A realidade que não podia ser alterada.
Aquele era o momento em que o mundo inteiro deveria parar.

Parar para refletir sobre tudo, e sobre todo aquele absurdo.

Parece que foi ontem... mas já fazem quatro anos!

E ainda hoje, a dor é companhia constante.
As lágrimas ainda insistem em sair,
A cicatriz está aberta, e dói!
Como dói!

Lembrar do seu sorriso, das gargalhadas e da sua serenidade ajudam a fazer com que essa dor seja amenizada... mas ela ainda está aqui!

Mais difícil ainda do que não ficar triste ou chorar, é estar entre os seus e não ver o seu sorriso, não ter o seu abraço e não ouvir a sua voz.

Parece que foi ontem... mas ainda não parece real.

Lembrar de você faz tudo isso parecer um sonho, mas daqueles que ninguém quer ter.
O problema é que sempre ao acordar percebemos que não foi um sonho, que isso tudo é real.

Falar de você, sobre você é tão simples e tão complicado.
Pensar em você é maravilhoso, dá sempre aquela sensação boa que só você sabia transmitir, que só você deixava em nós... Não dá pra lembrar que você não está mais nesse plano, isso vem depois, bem depois.

O seu amor é tão grande que está ecoando aqui até hoje e sempre estará.

Várias vezes, me pego pensando e me fazendo perguntas, como se você fosse aparecer para responder a tudo isso...

Como está?
Tá tudo certo?
Me dá algo pra eu guardar de lembrança?
Era assim mesmo que você queria?
O que pensa?
O que faria?
Como você agiria?
Por favor manda a letra pra mim?
Sou fã mas tenho opinião, aceita?

Agradeço sempre por ter conhecido,
Por ter sido contagiada pela sua energia.

Aquela água do primeiro show, do primeiro camarim, está intacta.
Intactos estão todos os sentimentos, todas as lembranças e todo carinho por você.

Desculpe as lágrimas, elas não deveriam aparecer quando o assunto é você, meu etterno anjo amado, Rodrigo Netto.



"Por tudo que passei, o tanto que eu rezei, as noites que chorei tentando entender.
As coisas que falei, as vezes que eu calei e sempre que tentei errando sem saber.
As vezes que acertei, as vezes que eu errei e quando eu precisei, você não estava mais aqui!

E não vai voltar de onde está.
Eu fico aqui pensando como é esse lugar, mas que lugar?
E sem saber reforço a minha fé.

Então eu percebi, que a vida é assim.
Passei a acreditar em tudo que aprendi, as coisas que ouvi na hora de dormir de alguém que eu não vi, me confortaram.
E se agora eu sei e só agora eu sei, que eu posso encontrar a paz nesse lugar.

E não vai voltar de onde está.
Eu fico aqui pensando como é esse lugar, mas que lugar?
E sem saber reforço a minha (fé.)

Tudo vai ficar bem...
Ficar bem"
Minha fé - Us4

"Eu não sou mais daqui
Não tente me impedir.
Quero ter meu lugar
Para ser o que sou,
Viajar e viver

Eu não sou mais daqui
Quero ser o que sei,
Quero ser o que sei...
Não há como saber
O que eu não sei fazer
Quero ser o que sei...

Soltem minhas asas,
Elas já estão prontas!
Vejam meu caminho
Já estou sozinho.

Eu quero te contar,
Tudo o que eu aprendi.
Espere quando eu voltar, aqui
Eu vou atrás de diversão e de outras coisas mais...
Tenho pouco tempo... "
Soltem minhas asas - Rodrigo Netto
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...