Detonautas Roque Clube - parte 3

Continuando uma história que parei - mas não esqueci - de contar, essa ainda é a terceira parte e não é a última, mas pra quem perdeu as anteriores tá aqui os links pras anteriores. Essa parte vai até o meu encontro com toda a banda e meus primeiros shows. Depois disso farei um extra, falando de muitas outras coisas sobre o que é a minha vida com essa banda, para encerrar essa história - que sim muita gente pergunta - e poder falar sobre outras histórias também importantes.
A atualização da agenda trouxe uma sequência de shows no interior do Paraná: quinta, sexta e sábado. Não me recordo qual foi a cidade que recebeu o show de quinta, mas sexta foi Maringá e sábado, Londrina. Saímos de Curitiba rumo a Maringá perto das 17h e chegamos em Maringá eram umas 22h e fomos direto para o local do show.

Chegando lá a produção do DRC já estava por lá. Para mim era tudo novidade e fui apresentada a todos eles. Era um dos primeiros shows sob a produção do Jorge Augusto. Conheci ali, aqueles que acompanhariam meus dias por alguns anos: Silvio, Michel e Ronaldo. Mas além disso seria meu primeiro show do DRC! Seria a primeira vez que eu veria TODA a banda, já que da outra vez era divulgação e eu havia conhecido apenas metade da banda.

Mas como não amar Netto, Fabio e Tchello?? Como não ser contagiada pela energia linda dessa banda?? Lembro que na semana do show - e vale lembrar que naquele dias nossas redes sociais eram baseadas em blogs e no fotolog - e que as notícias as vezes demoravam um pouco para chegar, então lembro de ter sonhado com Tico e de no sonho ele estar com o cabelo vermelho. E quando me deparei com Tico entrando no corredor que dava nos camarins reconheço aquela cena: camisa do Arsênicos (time do ano de 2003 no Rock & Gol Mtv) e com CABELOS VERMELHOS! Essa foi a primeira das muitas vezes nas quais eu via algo em meus sonhos que aconteceriam com a minha vida com a banda.

A primeira foto a gente nunca esquece não é mesmo?
Antes do show rolou um papo no camarim, nada muito demorado, mas eu já sentia meu coração palpitando porque havia conseguido conhecer quem ainda não conhecia e rever os demais. Antes do show, fomos pra frente do palco, um palco pequeno, que deixava a banda toda bem próxima um do outro. Não havia muito espaço para se movimentar.

Estávamos bem perto do palco, em frente ao Netto e o Tchello, na nossa frente tinham 3 meninas. E uma delas gritava, gritava muito pelo Marcelo! Ela gritava cada vez mais e não conseguia à atenção de ninguém, demorou um tempo até entendermos que quem ela queria chamar era o Netto. Por que Marcelo? Nunca saberei *rs

Após o show, camarim de novo! Tinha bastante gente por lá, mas ainda assim foi tranquilo. Tirei foto com todos eles, peguei autografo no meu cd e ainda ganhei um copo de água do Netto, copo que eu tenho guardado até hoje, como ele me deu. (Minha mãe já mandou eu jogar ele fora algumas vezes, mas eu não tenho essa coragem, nem esse copo nem as outras garrafas que tenho guardadas). Lembro que entrei no camarim logo no início e só sai depois que a banda havia ido embora. Depois que a banda foi pro hotel, ficamos (eu e quem estava comigo) de papo por lá. Quando a equipe do DRC saiu, saímos também porque nós ainda íamos pegar a estrada rumo a Londrina.

Uma vez em Londrina, o objetivo era conseguir um bolo de aniversário para o Tico. Um calor da moléstia naquela cidade. Conseguimos o bolo e marcamos para retirar o bolo mais tarde e fomos em busca do lugar do show. Achamos e estávamos quase morrendo de calor, mas ao lado do local onde seria o show havia um bar e a dona dele foi uma benção em nossas vidas. Tomamos um banho, nos recuperamos e pouco tempo depois a equipe do DRC chegou pra arrumar os equipamentos.

Fomos pegar o bolo e ficamos com a produção do DRC até o momento do show. Quando as coisas estavam prontas nós montamos a surpresa no camarim de modo que o Tico só visse tudo após o show. Lembro que antes do show tinha algo pra ganhar uma perfuração + piercing como promoção de um estúdio da cidade. Subi no palco e ganhei, mas dei de presente pra minha amiga Betty (que escolheu sabiamente um piercing no nariz).

O show foi quente, o Tico pegou a faixa do FC e ficou com ela no palco. O palco era maior que o da noite anterior, mas como tínhamos ficado dentro do local desde antes de abrir, estávamos na primeira fila, na frente do Netto. Quase no final do show, o Netto foi me dar a palheta dele. Lembro de um mar de gente se empurrando e tentando pegar aquela palheta, mas o Netto recuou, pediu calma e falou "essa é dela" e esticou a mão pra me dar a palheta e só soltou quando ele conseguiu pousar a palheta da mão dele na minha.

O show acabou quando fomos pro camarim já tinha uma galera lá dentro, mas antes do "Parabéns pra você" pro Tico, tudo estava bem normal e calmo. Lembro de Netto e Tchello sentados em algum lugar, de ter conversado com eles sobre uma matéria da Revista da MTV e do Netto me usar como exemplo de fã pra uma menina. Não sei porque fui exemplo na época porque era meu segundo show e ele tinha me conhecido um dia antes. Mas pra que explicação melhor do que: Netto sendo Netto?

Depois que conseguimos cantar parabéns pro Tico (teve até faixa) o que aconteceu é algo que até hoje é bem inexplicável - vale lembrar que nessa época eles tinham uma arma de água que levavam pra todos os cantos - mas claro que ela não foi carregada com água! Eu lembro de uma mistura de cheiros que iam de Todynho à Gatorade de Maracujá. DELÍCIA.

Pensa como foi voltar pra casa com esses cheiros todos? Sei que cheguei, tomei meu banho e dormi até o dia seguinte, na segunda-feira. E os dias seguintes só fomentaram mais certezas do que eu estava fazendo e as amizades que estavam crescendo.

----

O início da minha estrada com o DRC foi esse.
Muita coisa aconteceram nesses anos todos.
Falarei de algumas coisa no próximo post.

Hoje, eu posso dizer que estou em uma fase linda com a banda.
O amor e o respeito é imenso, tanto de mim por eles quanto deles por mim.

Se eu fosse contar tudo em detalhes, daria um livro.
Eu estou tentando recuperar meu registro de datas de shows, um dia eu consigo.

No momento, os que eu tenho certeza de datas e/ ou locais são esses, mas deve ter mais alguns perdidos porque chegou uma época em que eu parei de contabilizar e contar com a memória pra isso é difícil. São 37 shows.

Uma parte maravilhosa da minha vida está nessa montagem.


2003
03/10/2003 - Maringá/ PR
04/10/2003 - Londrina/ PR
08/11/2003 - Porto Belo/ SC

2004
20/04/2004 - Irati/ PR
25/04/2004 - Rio do Sul/ SC
02/07/2004 - Jaraguá do Sul/ SC
07/09/2004 - Mafra/ SC
05/11/2004 - Curitiba/ PR
14/11/2004 - Ponta Grossa/ PR
04/12/2004 - Day off - Curitiba/ PR
xx/xx/2004 - São Bento do Sul/ SC

2005
1/01/2005 - Caiobá/ PR
22/01/2005 - Porto Belo/ SC
09/10/2005 - Ponta Grossa/ PR
02/12/2005 - Araucária/ PR
16/12/2005 - Curitiba/ PR

2006
25/03/2006 - Curitiba/ PR
29/04/2006 - Mafra/ SC
10/06/2006 - São Miguel do Oeste/ SC

2007/ 2008
Nenhum :(

2009
29/04/2009 - Gravação do DVD Acústico, Rio de Janeiro/ RJ (Duas sessões)
15/05/2009 - Floripa/ SC
30/05/2009 - Presidente Getúlio/ SC

2010
16/01/2010 - Floripa/ SC
25/08/2010 - Tica Santa Cruz e O Rebu - Nuth, Rio de Janeiro/ RJ
30/04/2010 - Mallet/ SC

2011
02/04/2011 - Blumenau/ SC
18/06/2011 - Curitiba/ PR
02/10/2011 - Rock in Rio, Rio de Janeiro/ RJ

2014
12/01/2014 - Guaratuba/ PR
22/03/2015 - Toledo/ PR
05/04/2014 - Rio de Janeiro/ RJ
26/09/2014 - Curitiba/ PR
27/09/2014 - Londrina/ PR

2015
30/05/2015 - Curitiba/ PR
29/08/2015 - São Bento do Sul/ SC
10/11/2015 - Curitiba/ PR

2016
Nenhum :(
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...