Vida, Sukhoi e Tihuana

Oie! 

Eu sei sumi legal dessa vez, mas essa semana foi aquela semana que em que eu gostaria de apagar alguns dos dias dela e fazer com que eles não existissem. Vamos há um resumo rápido... 

Segunda-feira (09/08): por volta das 22h toca o telefone. Eu tinha acabado de ligar o som bem baixinho e me deitar pra dormir, não iria levantar pra atender o telefone ainda mais que estava frio. Fiquei ali prestando atenção nos sons da música (Partida - Sukhoi) e nos sons vindos do lado de fora do meu quarto quando escuto minha mãe chorando a ponto de soluçar. Minha tia que estava internada há uns 15 dias tinha acabado de falecer. Putz já era.... 

Terça-feira (10/08): 7h da manhã, eu ligando pra minha chefe dizendo que não ia trabalhar pelo falecimento da minha tia. Desse momento em diante eu sabia que as horas não iriam passar, e que o dia seria loooooooooooooongo. E bota longo... Cheguei onde minha tia estava com minha mãe as 8 e pouco da manhã e sai de lá 16h. E até chegar ao cemitério, foi uma viagem em minga cabeça, mesmo porque aquele caminho até lá, era até então um caminho que eu fazia sempre com muita alegria. É o caminho pra rádio Transamérica!. Foi horrível... De lá vim pra casa, tomei um banho, comi e dormi até o outro dia.

Quarta-feira (11/08): fui trabalhar com o olho super inchado, morrendo de sono e muito triste, mas ainda assim estava com um mal- humor do kct e ainda tinha um treinamento super porre pra fazer, mas enfim, nada que não acabasse em 6 horas. 

Quinta-feira (12/08): abro meu blog e vejo um comentário que me deixa muito feliz, do Diego, espantou meu mal humor e me deixou super animada, minutos depois vem minha chefe dizendo que minha matricula chegou, ou seja, passei a fazer ligações para os clientes, agora sim eu estou trabalhando. E a tarde o Diego também ligou. Não conversamos muito, ia ligar mais tarde pra ele mas não rolou. Pelo menos a SUKHOI ensaiou nesse dia.

Sexta feira (13/08): mais um dia de trabalho. Minha vó estava aqui em casa até que a noite ela teve um pequeno grande problema no ouvido, e lá foi ela pro hospital, ficou internada e minha mamy ficou com ela. Me estressei mais uma vez com o babaca que falou que DRC é muito ruim porque ele se achou o máximo e desprezou a SUKHOI. A Tata e a Luana ficaram aqui em casa até de madrugada por causa da nossa vó. Liguei pro Diego pra chorar as pitangas que resultaram do stress com o babaca.

Sábado (14/08): o grande dia: SHOW DO ORBITAIS E DO TIHUANA muito bom. Fui com meus amigos: Sil, Andy, Fer, Josi, Grace, Camila, Casão, Vincius, Jaque, Frajola e os pais da Andy. Sem comentários, foi tudo de muito bom. E os caras do Tihuana também são muito simpáticos. Amei!





Hoje: hoje foi o dia do bode. Fiquei em casa na paz. Conversei com algumas pessoas que estava com saudades no msn, fui na missa de 7° dia da minha tia, a Fer passou aqui em casa pegar o cachecol dela que ficou comigo ontem. Conversamos um pouco e cá estou eu escrevendo esse texto e TENDO CERTEZA QUE NINGUÉM VAI LER. Mas enfim, deixo vocês com a música que marcou minha semana e que fechou de vez com o sentido da música: 

PARTIDA - SUKHOI 

Se eu te deixei partir em paz 
Isso não quer dizer que eu não te queira mais 
Partir assim não representa necessariamente o fim 

O relógio sobre a cama que nunca mais se desfaz 
Um ambiente perfeito guardado no meu peito é como um áz 
Parece que está tão perto daqui 

Eu vejo o teu sorriso e não sei se ainda lembra de mim 
Um incerto tão preciso, te precisar assim, mesmo no fim 
Parece que está tão perto 

Por que fingir que está tudo bem, nada mudou nada foi além eu sei 
O tempo não trouxe a solução 
Se eu pudesse te evitar, a tua ausência parece me dopar 
Não consigo sentir o chão 

Se eu te deixei partir em paz 
Isso não quer dizer que eu não te queira mais 
Partir assim não representa necessariamente o fim 

Beijos, Tally
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...